quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Alterações na legislação de cadeiras-auto em 2017

Sabia que em breve as crianças com menos de 125 cm não poderão utilizar cadeiras sem encosto (assentos elevatórios)? Descubra todas as alterações que entrarão em vigor em breve na legislação das cadeiras-auto.
Considerando que a tecnologia e a sociedade estão em constante evolução, também a legislação das cadeiras-auto sofrerá alterações de forma a garantir produtos seguros. Em conjunto com governos, organizações de consumidores e outros parceiros da indústria, a Bébé Confort sempre esteve muito envolvida no desenvolvimento de regulamentações europeias de segurança automóvel para crianças.
A legislação europeia actual de cadeiras-auto irá mudar em 2017, com consequências para ambas as legislações actuais R44/04 e a mais recente R129 (i-Size).
Fase 2 da normativa R129 - Verão de 2017
A normativa R129 é a mais recente das legislações de cadeiras-auto na Europa. Desde finais de 2013 a primeira fase (de três) da normativa R129 - também denominada por i-Size - está em vigor, abrangendo cadeiras-auto para crianças desde o seu nascimento até aos 105 cm. A partir do Verão de 2017, a segunda fase da R129 será implementada.
Esta segunda fase da legislação terá um maior impacto nas cadeiras-auto para crianças acima dos 100 cm. Tal como a fase 1 da R129, os testes e critérios melhoraram significativamente em comparação com a R44/04 ao serem utilizados dummies mais precisos e adicionando aos testes já existentes de impacto frontal o impacto lateral.
Adicionalmente, a classificação das cadeiras-auto mudou de kilogramas para centímetros. A maioria das vezes os pais sabem melhor quanto medem os seus filhos versus quanto pesam e, por isso, é mais provável que escolham a cadeira-auto mais indicada.
Outra melhoria introduzida na R129 em detrimento da R44/04 é o melhor encaixe nos automóveis, graças aos acordos realizados entre os fabricantes de cadeiras-auto e de automóveis. As cadeiras-auto para crianças dos 100 aos 150 cm não se encontram sujeitas por lei a ter um sistema ISOFIX, que será apenas opcional.
Quando a fase 2 da R129 entrar em vigor (Verão de 2017) a legislação existente R44/04 para estes produtos não deixará de ter aplicação, antes ambas as legislações coexistirão em paralelo. Com efeito, os consumidores poderão escolher se pretendem ou não seguir a normativa europeia mais recente para cadeiras-auto. A R129-02 não permitirá a comercialização de assentos elevatórios sem encosto; no âmbito da R129-02, todo o tipo de assentos elevatórios vendidos após o Verão de 2017 terão de ter encosto.
Dependendo do país, a legislação nacional continua a estabelecer se a criança precisa de utilizar cadeira-auto até aos 135 ou 150 cm - isto não irá mudar.
R44/044: proibição de uso de assentos elevatórios para crianças < 125 cm a partir de Janeiro 2017
De futuro, as crianças com menos de 125 cm não poderão utilizar cadeiras sem encosto (assentos elevatórios). Como primeiro passo importante nesse sentido, a legislação existente R44 mudará em Janeiro de 2017 de forma a que os novos assentos elevatórios desenvolvidos sem encosto sejam apenas permitidos a crianças acima dos 125 cm. Os modelos mais antigos sem encosto para crianças abaixo dos 125 cm continuarão a estar disponíveis no mercado, mas apenas por um tempo determinado.
Isto implica que todas as crianças abaixo dos 125 cm devem usar uma cadeira-auto adequada, para sua melhor protecção.
Uma cadeira-auto adequada assegura uma melhor fixação do cinto sobre os ombros e uma maior protecção em caso de impacto. Este é um argumento muito importante visto que outros dispositivos de segurança automóvel (tais como cintos de segurança automóvel ou airbags de cortina) não são normalmente desenvolvidos para crianças abaixo dos 125 cm.
A Bébé Confort acredita realmente que as crianças acima dos 15 kg, que corresponde a cerca de 105 cm, não estão suficientemente protegidas quando utilizam apenas um assento elevatório. Por isso, recomendamos vivamente que utilizem uma cadeira-auto adequada até pelo menos os 125 cm ou 22 kg.
Fonte: Bébé Confort

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Cocobelt - Esclareça todas as dúvidas

O Cocobelt é uma alça super prática para as mamãs, que facilita o transporte da cadeira-auto, transpondo parte do peso para o ombro. E, sim, é muito seguro e a alça não escorrega, nem do ombro nem da pega do ovinho.


Com o Cocobelt original, pode transportar o seu bebé confortavelmente na cadeira-auto (ovinho), sem dores ou cãibras. O Cocobelt é fácil de montar, seguro e adequado a qualquer marca de cadeirinha de bebé do Grupo 0+ (0-13kg), que tenha uma pega. O Cocobelt pode ser usado em ambos os lados da cadeirinha.



Para quem ainda não está convencido ;-) deixamos abaixo algumas das perguntas mais frequentes e, explicamos todos os benefícios de usar o Cocobelt.

1. Quais são os benefícios para mim e para o meu bebé de utilizar o Cocobelt?
- Se tem um ovinho sabe o quanto o usa quotidianamente e o quão cansativo se pode tornar. O Cocobelt facilita a utilização do ovinho, diminuindo as dores e o desconforto de lhe pegar.
- Passará a estar em maior contacto com o seu bebé e poderá brincar mais facilmente com ele, enquanto o transporta na cadeirinha.
- Com o Cocobelt o ovinho fica seguro de um modo estável e nivelado, o que torna a cadeira mais fácil de transportar por si e mais confortável para o seu bebé.

Uma alça funcional para transportar o bebe no ovinho.
2. A segurança do Cocobelt foi testada?
Sim, a fivela de abertura rápida do Cocobelt foi testada pela Tüv Rheinland e pelo Bureau Veritas

3. O Cocobelt instala-se com facilidade e rapidez?
Sim, o Cocobelt instala-se rapidamente e de um modo fácil, ligando o Velcro no Cocobelt à fita de Velcro na pega e fechando a fivela (v. o vídeo com instruções abaixo).

4. Qual o peso que o Cocobelt pode transportar?
O Cocobelt pode carregar até 50 kg. O seu bebé pode ser transportado num ovinho até aos 13kg.
O Cococbelt permite-lhe ter uma mão livre para o seu bebé.
5. Até que peso/idade do meu bebé posso usar o Cocobelt
O Cocobelt apenas pode ser usado numa cadeira-auto do Grupo 0+ que tenha uma pega de transporte. Os ovinhos do Grupo 0+ destinam-se a bebés dos 0 aos 13kg.

6. O Cocobelt acomodar-se-á bem ao meu ombro?
Sim, o Cocobelt tem uma correia de ombro anti-derrapante robusta, fazendo com que permaneça confortavelmente no ombro.

7. Terei ambas as mãos livres quando utilizar o Cocobelt?
Terá as suas mãos livres, uma vez que sustentará o Cocobelt no seu ombro. Todavia, é altamente recomendável que tenha sempre um dos braços sob a pega da cadeirinha.

8. Devo remover o Cocobelt do ovinho assim que o deixar de usar?
Sim, deve retirar o Cocobelt imediatamente após a sua utilização

9. O Cocobelt é adequado para qualquer pessoa independentemente da sua estatura?
Sim, porque o Cocobelt é ajustável. A correia do Cocobelt deve ser ajustada para que o ovinho fique à altura das ancas. Isto faz com que o ovinho seja mais fácil de transportar.

10. Posso Usar o Cocobelt na direita ou na esquerda?
Sim, pode usar o Cocobelt de ambos os lados da cadeirinha O Cocobelt vem com 2 tiras de velcro para aplicar na pega da cadeirinha.
O Cocobelt é uma alça super prática para todas as mamãs!
11. Porque se usa o Cocobelt a direito e não na diagonal?
Existem várias razões para usar o Cocobelt a direito e não na diagonal:
- É muito mais rápido colocar o Cocobelt a direito do que na diagonal;
- Quando usado na diagonal o peso é feito sob o pescoço;
- Quando usada na diagonal, pode fazer pressão no peito, o que é extremamente desconfortável, principalmente para uma mãe que acabou de ter o bebé;
- Quando usado a direito a cadeirinha fica à altura da anca (posição correcta), enquanto se usado na diagonal a cadeirinha fica acima da altura correcta;
- O período de adaptação é muito maior quando usado na diagonal.

12. Consigo ver bem o meu bebé ao usar o Cocobelt?
Sim, ao usar o Cocobelt mantém sempre contacto visual com o seu bebé.

13. O Cocobelt pode-se molhar?
Sim, não existe nenhum problema se o Cocobelt ficar molhado, com a chuva, por exemplo. Todavia, evite deixar o Cocobelt em lugares húmidos.

14. Posso lavar o Cocobelt?
Sim, pode lavar o Cocobelt com água morna. Não pode ir à máquina de lavar.

15. Existe algum vídeo de instruções?
Sim, pode ver o vídeo de instruções aqui:


16. Onde posso encontrar o manual do Cocobelt?
Pode encontrar o manual na embalagem do produto, ou consultar online na página do Facebook da Cocobelt Portugal.


17. Em quantas cores existe o Cocobelt?
O Cocobelt está disponível, de momento, em 3 cores: preto, menta e asteca.


18. Vão existir mais cores no futuro?
A Cocobelt é uma marca que gosta de inovar, pelo que é provável que sejam lançadas mais.

O Cocobelt vem nas cores Asteca, Menta e Preto
19. Onde é produzido o Cocobelt?
O Cocobelt é produzido de modo artesanal na Turquia, a partir de matérias-primas de excelente qualidade.


20. Onde posso comprar o Cocobelt?
Pode adquirir o Cocobelt na loja física da bybebé em Coimbra ou na loja online.


Fonte: Instagram @dobrazona, Instagram @paulinewing


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Novas Colecções de Roupa Primavera/Verão 2016

Fevereiro chega com novidades frequinhas! Começam a chegar as novas colecções Primavera/Verão 2016, e esta é a altura ideal para as mamãs que estão a fazer o enxoval do bebé (e para as que não estão), se começarem a preparar para as temperaturas mais altas.

A bybebé já começou a receber as novas colecções (que são uma tentação). Entretanto deixamos aqui um gostinho dos Making Of das nossas marcas favoritas :)

A marca Laranjinha clama pelo sol e faz-nos relembrar o ar fresco do campo. Cheia de padrões e cores suaves (algumas vivas) é, talvez, a nossa colecção Primavera/ Verão 2016 mais mimosa.



Já a Bóboli, prenuncia o calor. A nova colecção inspirada nos longos dias de praia, fazem-nos querer mergulhar no catálogo da Bóboli e sair de lá com todas as peças!



A Catimini chega com o seu charme usual e conquista os nossos corações com o seu contraste entre as peças monocromáticas, ou preta e branca, com os tons vivos característicos do Verão.



A Pasito a Pasito nunca desilude, leva-nos sempre aquele mundo encantado, cheio de cores pastel e peças fofinhas a que ninguém resiste. As novas colecções são marcadas pelos detalhes, como é o caso das colecções Verona e da Elodie que já pode adquirir na nossa loja online aqui.


A nova colecção da Tuc Tuc apresenta peças cheias de cor, leves e com a frescura do Verão! Caracterizada também pela diversão e magia e - claro - muita cor.



Já pode ver muitas destas peças na nossa loja física em Coimbra e, muito brevemente na nossa loja online em www.bybebe.com ;)



quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

10 Sintomas Estranhos na Gravidez

Quando estamos grávidas, todo o pequeno incómodo é grande.  E ficamos sempre na dúvida, será um sintoma associado à gravidez? A bybebé desvenda alguns dos sintomas mais estranhos ;)

1. Falta de ar
À medida que a barriga cresce e começa a pressionar os pulmões, ou mesmo no início da gravidez, o sangue extra e o ritmo cardíaco mais acelerado, fazem com que se possa sentir mais cansada e com falta de ar, mesmo nas tarefas mais comuns. É recomendado exercício moderado durante a gravidez, para que ganhe mais resistência ;)

2. Dor no ligamento redondo do útero
Esta dor está associada aos ligamentos na zona da pélvis e da virilha que, no início do segundo trimestre, se começam a preparar para expelir o bebé. É uma dor que pode ser intensa e que pode até levar ao extremo de a grávida não conseguir andar durante alguns dias.

3. Pele esquisita
Ao contrário do que se costuma dizer - que a pele das grávidas fica iluminada - muitas zonas da pele ficam secas. Podem aparecer também manchas castanhas (cloasma) e veias visíveis.

4. Comichão
Aparece muitas vezes no início da gravidez. Tomar banhos de imersão com loções calmantes pode ajudar a acalmar a irritação. Prefira tecidos de algodão e lã virgem, e mantenha-se longe dos sintéticos (só vão aguçar a comichão).

5. Candidíase
É verdade, para além da comichão, podem aparecer infecções nas partes íntimas...


6. Descoordenação
Normalmente aconselha-se as grávidas a não fazerem desportos que possam provocar quedas/acidentes, como andar de bicicleta. Será pela sua coordenação motora ficar alterada? A verdade é que podem ficar mais descoordenadas, podem tropeçar e as mãos escorregar...

7. Muita Saliva
Devido ao excesso de hormonas, dá-se o aumento da produção de saliva, portanto, não se surpreenda se acordar com a almofada babada!

8. Insónias Matinais
Não são insónias para adormecer, são mesmo durante a manhã. Se antes tinha preguiça para acordar e desejava sempre mais cinco minutos de sono, durante a gravidez é mais usual acordar fresca, pronta para o início do dia e esfomeada. Insónias estas que apenas irão durar até à hora do lanche, em que estará pronta para voltar para a cama!

9. Memória
Serão as alterações hormonais? Muitas mulheres ficam, na sua gravidez, muito mais esquecidas do que são normalmente.

10. Sonhos 
Mesmo que não seja a pessoa mais sonhadora durante o sono, nesta fase da sua vida é muito provável que ganhe imaginação extra, mesmo durante as sestas da tarde ;) Será uma preparação para a hora do conto com as crianças?

São muitos os sintomas associados à gravidez, mesmo os psicológicos. Estes são alguns dos mais estranhos. Identifica-se com algum destes sintomas? :)


Fonte: The Huffington Post

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Nomes de Bebé mais usados em 2015

Se está à procura de nome para o seu bebé, dê uma vista de olhos nos nomes mais populares de 2015. Os nomes mais tradicionais predominam, no entanto nomes menos comuns começam a ganhar peso em Portugal. Se procura um nome único, também os há.

A verdade é que muitos pais têm dificuldade na escolha do nome do filho, já que existem muitíssimas opções... Muitos escolhem um nome de alguém da família, ou de alguém que lhes é querido, um nome que seja alusivo a uma pessoa que admiram, ou simplesmente um nome de que gostem. No entanto, é sempre bom ver os nomes que vão sendo atribuídos e, por mera curiosidade, ver com quantos outros bebés o nosso filho vai partilhar o nome.

Em 2015 foram registados mais de 4000 nomes diferentes para meninos e meninas em Portugal.  Os clássicos Maria e João foram, uma vez mais, a primeira opção dos pais Portugueses na escolha do nome do seu/sua bebé. O consenso parece ser maior nas meninas: o nome Maria foi registado 5324 vezes, enquanto o nome João foi utilizado 1932.

Nas meninas, tal como mencionando, o nome mais popular foi Maria; logo a seguir vem Leonor com 1999 registos, que sobe um lugar em relação ao ano anterior, deixando o nome Matilde em terceiro. O nome Beatriz mantém o quarto lugar, seguido de Carolina, Mariana, Ana e Inês respectivamente. Margarida e Sofia ficam com os últimos lugares no top 10 das meninas. 

No ano de 2015, no caso das meninas, verificou-se um aumento do uso de nomes tradicionais como Laura, Francisca, Joana, Madalena ou Mafalda. Mas se o nome Deolinda era um dos mais populares nos anos 20, agora apenas foi escolhido para duas bebés.

Por outro lado, opções menos comuns até aqui, como Lara, Luana, Bianca, Íris ou Letícia, são cada vez mais usadas. Um dos casos mais interessantes deste ano é o de Luena, que passou de 8 registos em 2014, para 94 em 2015, entrando assim no top 100! Será por influência da personagem Luena (interpretado por Rita Pereira) na telenovela "A Única Mulher"?

Quase no fim da lista, numa tendência decrescente, estão as Andreas e as Cátias, seguidas das Judites, Adelaides, Eugénias, Graças, Manuelas e Fernandas.
Top 10 Nomes Menina 2015, com nº de Registos.
Comparação 2014 e 2015 Nomes de Menina.
No que diz respeito aos meninos, além de João o nome mais comum é Martim, com 1778 registos, seguido por Rodrigo, Santiago e Francisco. O sexto lugar pertence a Afonso e o sétimo a Tomás. Seguem-se os nomes Miguel, Guilherme e Gabriel com o décimo lugar, que se tornou a novíssima entrada no top 10. 

Outras opções comuns, também muito usadas, são Gonçalo, Pedro, Tiago, Rafael, Lourenço, Lucas, Salvador, Vicente, Simão ou José. Menos comum, o nome Diego, surge como uma opção cada vez mais usada, quando há uns anos estava bem mais abaixo na lista. Escolhas como Luís, Jaime e Fernando ainda vão surgindo, mas cada vez menos, tal como Alberto, Amadeu ou Alfredo.
Top 10 Nomes Menino 2015, com nº de Registos.
Comparação 2014 e 2015 Nomes de Menino.
Quanto a nomes de bebé para 2016, sabe-se que os primeiros bebés do ano em Portugal foram nomeados de Francisca, Francisco e David.




Fonte: Jornal Público e Instituto dos Registos e Notariado (IRN)

sábado, 26 de dezembro de 2015

Viagem Segura de Bebés e Crianças nos Táxis

Capa do Diário de Coimbra
Projecto na capa do DC

Na recta final de 2015, o transporte de bebés e crianças em táxis passou a (poder) ser mais seguro.  Os taxistas da ANTRAL (Associação Nacional dos Transportes Rodoviários e Automóveis Ligeiros) passaram a dispor de sistemas de retenção (vulgo "cadeirinhas") que permitem o transporte dos mais novos na cadeira mais adequada ao seu tamanho e idade.
Sob iniciativa da Unidade de Cuidados na Comunidade Norton de Matos, no âmbito do projeto bebés, crianças e jovens em segurança - "Semi-Reta", a Dorel (Bébé Confort e Maxi-Cosi) entregou sistemas de retenção para crianças a todas as delegações da ANTRAL que aderiram (Coimbra, Viseu, Castelo Branco, Faro, Évora, Porto e Lisboa). Mediante agendamento, através de um simples contacto telefónico, as famílias podem agora requerer um sistema de retenção adequado à sua criança de modo a viajarem todos em segurança.
Entrega de cadeirinhas aos taxistas
Inserido no Programa Nacional de Prevenção de Acidentes da Direção-Geral da Saúde, o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Mondego desenvolve na Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Norton de Matos, em Coimbra, o projecto «Semi-Reta». Implementado pelas enfermeiras Amélia Cunha e Marisol Simões e pelo enfermeiro Fernando Carvalho, este projecto visa promover a adopção de comportamentos seguros pelas grávidas, pais e famílias no transporte de bebés, crianças e jovens, em todos os meios de transporte, desde a alta da maternidade e ao longo da infância.
Projeto Bebés, Crianças e Jovens em Segurança
Graças ao trabalho inovador desenvolvido pela UCC Norton de Matos (e aos parceiros que angariou para esta iniciativa em particular) os utentes de táxis poderão usufruir de um serviço com mais qualidade e o transporte de crianças poder-se-á fazer com maior segurança.
A bybebé, tratando-se de uma acção pela promoção da segurança rodoviária infantil e sendo concessionário da Bébé Confort e da Maxi-Cosi, esteve presente no evento que marcou o início formal deste projecto, com a respectiva entrega das cadeirinhas.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

12 Dicas para um Natal em Segurança

Sugestões para prevenir acidentes durante a quadra natalícia.
No Natal as famílias reúnem-se e as casas enchem-se da azáfama própria desta época do ano. Infelizmente a agitação deste período pode ser propícia a alguns acidentes e com mais crianças em casa os cuidados têm de ser redobrados. Mas uma das coisas boas do Natal é que geralmente há mais pessoas para supervisionar as crianças e portanto, com um pouco mais de cuidado e alguma prevenção, a maioria dos acidentes poder-se-ão evitar.
Menino Natal
  1. Meu Bom Pinheiro de Natal - Coloque a árvore de Natal numa zona desobstruída, longe de aquecedores, lareiras ou quaisquer outras fontes de calor;
  2. Luzes, Árvore, Acção - Inspeccione bem as luzes que utiliza na sua árvore de Natal. Assegure-se de que não existem fios descarnados e que os isolamentos não estão desgastados. Descarte casquilhos que estejam danificados. Quando substituir lâmpadas certifique-se de que a tensão e a potência coincidem com a lâmpada original. Opte por gambiarras que tenham marcação «CE»;
  3. Ligação Directa - Não sobrecarregue as tomadas ou extensões a que liga as luzes de Natal. Utilize uma extensão que seja suficientemente longa para alcançar a árvore de Natal, mas que não seja demasiado comprida, para que não se entrelace facilmente;
  4. Velar pela Segurança - Se tiver velas acesas, coloque-as em lugares altos, longe de cortinas, camas e sofás e - claro - fora do alcance das crianças;
  5. Noite Feliz - Desligue sempre a iluminação natalícia antes de sair de casa, ou antes de se ir deitar;
  6. Não Brincar com o Fogo - Garanta que os espaços aquecidos por lareiras ou aquecedores a gás tenham uma boa ventilação, para evitar intoxicações por monóxido de carbono. Proteja as crianças das lareiras, salamandras e/ou recuperadores através de barreiras de segurança adequadas;
  7. Bebés, Crianços e Crianças - Verifique se os brinquedos são do grupo etário correcto para cada uma das crianças e se ostentam a marcação «CE», a qual atesta a presunção de conformidade daqueles com os requisitos essenciais de segurança;
  8. Todos os cuidados são poucos - Tenha especial atenção a peças soltas que possam ser engolidas ou aspiradas pelos mais pequenos. Exemplos: enfeites que possam ter caído da árvore de Natal, pilhas, ou pedaços de balões;
  9. Eduardo - Tenha tesouras à mão para abrir as embalagens e chaves de parafusos para montar os brinquedos e colocar as respectivas pilhas. Tenha ambos os objectos sempre fora do alcance das crianças;
  10. Embrulhos, Embrulhadas e Trapalhadas - As quedas são um dos acidentes mais comuns, por isso reduza ao máximo a desarrumação. Assegure-se de que as escadas estão bem iluminadas e livres de obstáculos e que estão protegidas por cancelas, no caso de ter crianças pequenas em casa;
  11. Devagar e Bem – Prepare as refeições festivas com tempo, para prevenir os acidentes com água a ferver, gorduras quentes e facas afiadas, que são tão comuns quando a pressa é muita. Nestes dias, como tende a haver mais alvoroço, será melhor as crianças não irem para a cozinha (onde ocorrem 1 em cada 10 acidentes com crianças). Limpe rapidamente qualquer líquido que verta no chão;
  12. Se conduzir, já sabe, não beba - Quer o percurso seja até outro país, quer seja até “já ali”, nunca descure a segurança rodoviária. Planeie as viagens mais longas para que o cansaço não se apodere de si. Confirme que as cadeirinhas são adequadas à idade, peso e altura de cada criança e que estão devidamente instaladas. Como é frequente haver mais coisas para transportar, acondicione bem as bagagens e todos os objectos dentro do automóvel pois, caso estejam à solta, podem ferir os passageiros com gravidade. Não se esqueça: há Natal e Ano Novo, há ir e voltar como novo!

© 2014 bybebé. Todos os direitos reservados.